sexta-feira, 10 de junho de 2011

um dia qualquer

Nossa. Há quanto tempo não escrevo? Talvez minhas idéias nem sejam mais as mesmas. Talvez eu não seja mais a mesma.
Hoje é um dia incomum. Dia em que sinto falta das pessoas. Não é normal. Faltada família tomando conta a minha vida. Falta dos amigos que um dia eu abracei. Das amigas que eu sacaneei. Dos animais que tive. Das pessoas com as quais conversei no MSN.. há apenas 10 anos!
Onde vou parar? Quando minha mente vai se aquietar? Quando vou me satisfazer? Sei que a vida é feita de surpresas, desafios, altos e baixos. Mas, PORRA?!? Até quando meu baixo [ou pelo menos o que eu considero baixo] vai continuar?
“Thoughts of death inside, tear me apart from the core of my soul”